Google+ Followers

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Matéria - Cuidados com os nossos Idosos

 Interessante e importante!!
 Principal causa da confusão mental no idoso

 Arnaldo Lichtenstein, médico*

 Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do
 quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:
- Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão
 mental? *
 Alguns arriscam: *"Tumor na cabeça".
 Eu digo: "Não".
 Outros apostam: "Mal de Alzheimer"
 Respondo, novamente: "Não".
 A cada negativa a turma se espanta... E fica ainda mais boquiaberta
 quando enumero os três responsáveis mais comuns:
 - diabetes descontrolado;
 - infecção urinária;
 - a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos
 ficaram em casa.
 Parece, mas não é brincadeira.

 Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de
 tomar líquidos.
 Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com
 rapidez. A desidratação tende a ser grave e afeta todo o
organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de
 pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos
 "batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.
 Insisto: não é brincadeira.
 Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de
 água no corpo. Isso faz parte do processo natural de
 envelhecimento. Portanto, os idosos têm menor reserva
hídrica.
 Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem
 vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de
 equilíbrio interno não funcionam muito bem.
 Conclusão:
 Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva
 hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de
 água em seu corpo. Mesmo que o idoso seja saudável, fica
 prejudicado o desempenho das reações químicas e funções
 de todo o seu organismo.
 Por isso, aqui vão dois alertas:
 1 - O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito
 de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos,
 chás, água-de-coco, leite Sopa, gelatina e frutas ricas em
 água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina,
 também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar
 algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!
 2 - Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam
 constantemente líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem
 atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de
 um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do
 ar, atenção. É quase certo que sejam sintomas decorrentes
 de desidratação.
 "Líquido neles e rápido para um serviço médico". 



Matéria escrita por :
 (*) Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do
 Hospital das Clínicas e professor colaborador do
 Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da
 Universidade de São Paulo (USP).

3 comentários:

  1. Belas dicas. Tão simples e de extremo valor. E o mais importante que eu não vi relatado aí, a família vai passear, deixa os vovozinhos sozinhos e eles correm risco de entrar em depressão por conta da solidão. A maioria dos Shoppings tem cadeira de rodas, porque não levá-los também, pra se divertirem com a família? Afinal, quando éramos bebês, eles nos carregavam pra passear,no carrinho ou no colo, mas nunca nos largaram sozinhos em casa para se divertirem. Então vale a pena levá=los conosco.

    ResponderExcluir
  2. Sabe Rô,

    isto deveria ser a coisa mais natural, nem deveríamos ter de lembrar que amor com amor se paga.Esta doença chamada Depressão, nada mais é do que pura solidão.
    Remédios apenas deixam mais tranquilos, mas em seu íntimo a dor do desprezo é muito maior.
    Por isto luto, para que todas tenham uma motivação de vida em nosso Projeto Tricoteiras Solidárias.
    O fato de estarem sendo úteis, fazem com que ganhem de volta seu amor próprio e ao próximo.
    Torço para que um dia, todos pensem melhor sobre este assunto. Pois a idade média de Vida, tem aumentado, logo teremos muitos idosos e muitas casas de repouso, o que eu lamento muito.
    bjuss no seu coração
    Náh

    ResponderExcluir
  3. É isso aí, amiga. Esperança é o último que morre. O bem sempre vence o mal. Então acredito no Papai do Céu que um dia não hverá mais vovozinhos tristes, sozinhos, as crianças que estão nascendo hoje em dia, estão nos mostrando que pensam diferente de seus pais, onde conseguem colocar o amor e respeito acima de qualquer coisa.
    Bjks, fica com Deus.

    Rose.

    ResponderExcluir